O estranho mundo de José Mojica Marins

Após a exibição especial dos clássicos À Meia-Noite Levarei sua Alma (1964) e Esta Noite Encarnarei no teu Cadáver (1966) na Mostra de Cinema de SP, eis que José Mojica Marins ganha uma nova homenagem em comemoração aos seus 50 anos de carreira.

Começa neste sábado, dia 10, em São Paulo, a maior retrospectiva já feita da obra do criador do Zé do Caixão. O evento, que ocorrerá até o dia 25 no Centro Cultural Banco do Brasil e na Cinemateca Brasileira, pretende mostrar que Mojica não é “apenas” o pai do cinema de terror brazuca, e traz em sua programação longas de vários gêneros – do faroeste A Sina do Aventureiro (1957) a pornochanchadas como A Mulher que Põe a Pomba no Ar (1977).

Afinal, para quem não sabe, Mojica foi também – durante um período de vacas magras em que realizou filmes pornôs na década de 1980 – o 1° a dirigir uma cena de bestialismo no Brasil. Em 24 Horas de Sexo Explícito (1985) há uma “transa” entre a atriz Vânia Bournier e um pastor alemão.

No total, são 40 filmes entre longas, médias e curta-metragens raros dirigidos pelo cineasta, documentários sobre sua vida – como Maldito: O Estranho Mundo de José Mojica Marins (2001), premiado em Sundance – e películas que trazem Mojica como ator.

Uma das principais atrações da retrospectiva é a exibição de A Praga, média-metragem iniciado por Mojica em 1980 e só finalizado neste ano pelo diretor e editor Eugênio Puppo. “Foi a 1ª vez na vida em que me arrepiei vendo um filme meu”, disse Mojica ao conferir a obra completa. A Praga terá sessões gratuitas nos dias 10 (às 19h), no CCBB; 17 (meia-noite), na Cinemateca; e 18 (às 19h), no CCBB, com direito a um debate com o próprio Mojica.

Por fim, ainda está programada outra palestra do cineasta no dia 11, às 17h30, na Cinemateca, que também sedia uma exposição fotográfica sobre os 50 anos de carreira de Mojica. Ah, e será lançado um livro-catálogo da mostra que trará textos assinados por gente como Carlos Reichenbach, Carlos Primati e Inácio Araújo, entre outros.

Confira a programação completa no site da Cinemateca.

2 Comments

  1. De vez em quando, no meio do pantanal – Mato Grosso do Sul – eu sinto uma vontade do car*** de viver em São Paulo por causa das mostras de cinema. Mas essa vontade logo passa quando eu olho o pôr do sol pantaneiro. : )
    ___

    E o filme “The deaths of Ian Stone”? Já viu? Sabe alguma notícia? Eu só vi algumas fotos e um poster; Sinistro… Inté!

  2. Parabéns, seu blog é muito interessante!
    Adorei esta matéria sobre filmes, e o mais incrível, é que só foram listados filmes beeem antigos… Isso comprova a “minha idéia” : não se faz mais filmes, de terror, como antigamente.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s