Curtas e Toscas

Após produzir os remakes de O Massacre da Serra Elétrica e Sexta-Feira 13 (ainda inédito), Michael “Armageddon” Bay se prepara para dar “um novo começo” a Freddy Krueger. Mas engana-se quem pensa que Robert Englund (foto abaixo) irá encarnar novamente o assassino com cara de hamburguer e garras de aço. O próprio Englund revelou ao programa de rádio “Loveline” que Bay pensa em Billy Bob Thornton para o papel. Por melhor que Thornton seja (e ele é ótimo), Freddy só é o que é devido ao carisma de Englund. Arranjar um substituto para Kane Hodder (o dublê que deu vida a Jason Voorhees na maioria dos Sexta-Feiras 13) é fácil. Com Krueger, o buraco é mais embaixo…

O site Bloody Disgusting (sempre ele) trouxe uma notícia curiosa nesta quinta-feira: “Colônia de lobisomens é descoberta no Brasil”. O título, digno do tablóide sensacionalista “National Enquirer”, diz respeito ao filme independente Lobo. Na trama, um norte-americano descobre uma raça quase extinta de homens-lobo em plena Amazônia ( seria algo como Um Lobisomem Americano no Brasil?). O longa tem orçamento de US$ 15 milhões e começa a ser rodado no dia 15 de outubro, nos arredores do Rio de Janeiro. Se der certo, vira uma trilogia, avisam os produtores. Será um novo Turistas?

A nota triste fica para a péssima bilheteria de Encarnação do Demônio. O filme, que fecha com chave de ouro a trilogia iniciada em 1964 com À Meia-Noite Levarei sua Alma, teve a pior média de público das estréias da semana passada (não havia mais do que 15 pessoas na sessão em que assisti ao filme). Talvez todo o burburinho da mídia em torno do longa, justificado pelo retorno às telas de um dos principais nomes do cinema brasileiro, tenha criado uma falsa expectativa quanto à performance de Encarnação nos multiplexes dos shoppings. O fato é que os jovens de hoje não conhecem os filmes do Zé do Caixão e o próprio cinema de horror anda em baixa – basta lembrarmos que produções como O Albergue 2 chegaram por aqui diretamente em DVD. Mas Mojica é cult. Encarnação… será exibido fora de competição no Festival de Veneza, um dos principais e o mais antigo festival de cinema do mundo. Pois é, Josefel Zanatas é realmente imortal.

Leave a comment

No comments yet.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s