Os clipes mais perturbadores já feitos

Um dos posts mais lidos deste blog foi o top 10 dos filmes mais perturbadores de todos os tempos (a lista não era de minha autoria, apenas reproduzi as escolhas do site Alternative Reel). Então, resolvi apostar em outro ranking semelhante.

Videoclipes geralmente são ousados na forma e certinhos no conteúdo, afinal, foram concebidos como filmes publicitários para divulgar uma música, a princípio na TV. Mas algumas bandas e diretores conseguem quebrar as barreiras das MTVs pelo mundo afora. Eis meu ranking dos 5 clipes mais perturbadores (ou ousados) já feitos.

5 – “Geek Stink Breath” Green Day
“Convicted in Life” Sepultura

No primeiro, o diretor Mark Kohr registra a extração de um dente com uma microcâmera que adentra a boca do pobre paciente. Aflitivo, não? Há bastante sangue também em “Convicted in Life”. O vídeo dirigido por Luis Carone para o Sepultura mostra uma visão bem particular do inferno descrito por Dante Alighieri (1265 – 1321) na Divina Comédia. Os mais impressionáveis devem evitar as cenas reais de abate de gado e porcos. Além disso, é o melhor clipe com efeitos digitais já produzido no Brasil.

4 – “The Beautiful People” Marilyn Manson

A mente distorcida de Manson encontrou sua parceira visual ideal na fotógrafa Floria Sigismondi, responsável pela direção do vídeo. Imagens surreais e fantasmagóricas, aparelhos ortopédicos e odontológicos bizarros, vermes e referências ao fascismo. Em suma, memorável de tão “creepy”.

3 – “Turn the Page” Metallica

Em formato de “falso documentário”, o diretor sueco Jonas Akerlund (ex-baterista da banda de black metal Bathory e responsável pelo polêmico clipe de “Smack My Bitch Up”, do Prodigy) mostra o dia-a-dia nada agradável de uma prostituta que vaga por motéis e espeluncas de strip-tease de beira de estrada, carregando a filha pequena a tiracolo. No final, a mulher de “vida fácil” — bem interpretada pela atriz pornô Ginger Lynn Allen — diz que se pudesse recomeçar sua vida, faria as mesmas escolhas, não mudaria nada. Um belo soco no estômago do espectador.

2 – “Where’s Your Head At?” Basement Jaxx

Divertido, mas esquisitaço, o clipe assinado pela produtora sueca Traktor mais parece um pesadelo. Nele, um cara vai parar num estranho instituto onde são feitos experimentos científicos nada ortodoxos. Os macacos e cães com rostos de humanos são de dar arrepios.

1 – “Come to Daddy” Aphex Twin

Melhor que todos os filmecos de terror adolescente produzidos em Hollywood, o vídeo do britânico Chris Cunningham, assim como “Where’s Your Head At?” do Basement Jaxx, é um pesadelo filmado. Uma velhinha é perseguida por um grupo de meninas vândalas com a cara barbada do produtor musical Richard D. James (a.k.a. Aphex Twin). Depois, uma espécie de monstro esquálido de garras e dentes afiadíssimos sai de uma TV e atormenta a idosa com um urro infernal. Como curiosidade, Cunningham rodou o clipe em algumas locações usadas por Stanley Kubrick no clássico Laranja Mecânica. Genial e assustador.

Concorda com a lista? Tem outras sugestões? Envie-as para o Toscorento. Prometo publicá-las.

PS – Escrevo este post enquanto assisto a Magnólia na TV paga. Não tem nada a ver com o Toscorama — talvez a chuva de sapos tenha um pouco — mas preciso dividir isso. PQP!!! É a 7ª ou 8ª vez que vejo esse filme e ele continua impactante como da 1ª vez. Pessoas como Paul Thomas Anderson (o diretor de Magnólia) tornam o ato de assistir a um filme uma experiência de vida.

6 Comments

  1. O video de “Rubber Johnny” e “Windowlicker” do Aphex Twin são mais bizarros que o de “Come to Daddy”…

  2. não são assim tão perturbadores porque são óbvios, música trash tem que apelar pro vídeo trash, como filme trash tem que apelar pela música também trash, nem vou ver todos porque tô com preguiça de abaixar o volume pro mínimo, e, ver um é ver todos, ou não ??? o que me surpreende é o manson que apesar de tudo, nos vídeos que vi tinha referencias artisticas das boas,….boa matéria

  3. Daniel, agora com mais tempo lembrei alguns(mais comicos do que assustadores… :P) clips interessantes…

    Prodigy – Smack my bitch up
    clipe bastante divertido pela história… principalmente pela surpresa do final…

    Buckethead – We are One
    Praxis – Animal Behaviour
    Buckethead – Spokes for the Wheel of Torment
    podem ser definidos como “trash/bizarro/comico”… o útlimo é uma montagem de alguma(ou algumas) pintura de Bosch.

    TISM – What are ya?
    TISM – Famous at 14
    TISM – Greg! The stop sign
    TISM – Thunderbirds are coming out
    Estes são bem engraçados e com uma crítica até legal… mas bem toscos

    talvez depois eu consiga lembrar mais alguns… não sei se vão encaixar no tema do blog, mas pelo menos vale a pena vê-los… caso minha memória funcione melhor e eu lembre de mais algum, comento recomendando…

  4. Prime Time of Your Life do Daft Punk é um que tambem poderia estar na lista ;x

  5. Opa! Mto legais os videos… Queria deixar algumas sugestões tb… Os do cradle of filth são mto bons… destaque para bironic man e From The Cradle To Enslave(sem censura, claro!)

  6. cheguei um pouco atrasado, alias, só conheci o blog hoje e estou adorando, mas recomendo o clip the heart filth lessons do david Bowie, q tb é artista plástico com uns gostos bem , digamos, exóticos…

    abraços


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s