Um menino, um astro pop e zumbis

Nunca fui fã de Michael Jackson, que partiu desta para melhor nesta quinta-feira (25), aos 50 anos, mas uma coisa eu posso afirmar: não seria vidrado por filmes de zumbis não fosse o videoclipe de Thriller. O curta-metragem de 13 minutos, lançado pelo rei do pop em 2 de dezembro de 1983, foi meu primeiro contato com mortos-vivos.

Os desmortos, saindo das tumbas para dançar ao lado de um Michael Jackson assustador – tudo coordenado pelo cineasta John Landis (Um Lobisomem Americano em Londres) e emoldurado pela narração fantasmagórica de Vincent Price – causaram um tremendo impacto em mim, na época um garotinho que mal havia entrado na escolinha.

O clipe é uma obra-prima (infelizmente, Jackson havia proibido o “embed” de seus vídeos publicados no YouTube, portanto, para [re]ver Thriller, clique aqui) e o astro, apesar de todas as suas bizarrices e acusações de pedofilia, era um tremendo performer.

Em tributo a Michael Jackson, à moda do Toscorama, abaixo há o vídeo da versão que o maluco ator Crispin Glover fez para Ben, tema do filme A Vingança de Willard, originalmente gravada por Jackson em 1972, então com apenas 14 anos, para a trilha do longa Calafrio.

1 Comment

  1. legal;;;;;


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s